Carta de Natal

son

francês do en : clique para ouvir a palavra de Jacques Gaillot
 

Partenia



Diario de Bordo



Retrospectiva

Historia

Link

E-mail

 

Feliz Natal e Bom Ano
 
famille sainte Ao acolhermos o Príncipe da Paz na nossa terra, pelo Natal, transformamo-nos em mulheres e homens de paz. Onde quer que estejamos, o que quer que façamos, em nós viverá a Paz de Deus para a humanidade toda. 

Alegremo-nos por começarmos o ano de 2005 neste estado de espírito. Caminharemos à frente de todos aqueles que, nos quatro cantos do mundo, transportam a paz, por vezes à força de braços.
 
Janeiro de 1995 - Janeiro de 2005 : já dez anos ! Dez anos apaixonantes e duros. O meu coração está cheio de reconhecimento, por Deus e por vós. Graças a vós, tornou-se maior ao longo destes anos.
 
Dez anos de lutas, de esperanças, de dignidade. Quem poderá contabilizar, no povo de Partenia, tantos risos e tantos gritos! 

luttes


Esta festa é, antes de mais, vossa. Muitos de entre vós tomaram a palavra para esta ocasião As vossas palavras são sementes de humanidade, que serão recolhidas num livro no decurso do próximo ano.

No princípio de Janeiro, será publicado um livro em língua francesa, intitulado « Carnet de route » (Diário de Bordo), no qual será retomado aquilo que fui escrevendo mensalmente no site de Partenia, em função das experiências vividas.

Sábado, 15 de Janeiro, na Bolsa do trabalho de Paris, um encontro simples e festivo reunirá amigos de Partenia. Como nos aguentaremos no futuro, se não nos alegrarmos ?
 
Para este aniversário, o site Partenia vestiu roupas novas. Esta edição especial vira também uma página, como se quisesse voltar-nos a nós em direcção ao futuro.
Penso nas palavras de Jesus a Nataniel : «Verás coisas ainda maiores».
 

faire du nouveau 

Deus pode trazer novidade às nossas vidas, independentemente do passado. Estes dez anos avivam o nosso desejo do que se fará no futuro. A messe está perante nós. A lenta germinação daquilo que semeámos produzirá, um dia, os seus frutos. E já se vêem os primeiros rebentos de primavera.
Que a doce Paz de Deus esteja em vós ao longo de todos os dias deste ano.

Jacques Gaillot