A Carta de Jacques Gaillot 1 de Dezembro de 2003

Três dias de felicidade
 

Partenia

Cartas

Diario de Bordo



Retrospectiva

Historia

Link

E-mail

 

Três dias de felicidade
 
O segundo Fórum Social Europeu (FSE) realizou-se na cidade e nos arredores de Paris.
 
altermondialistes Foi um êxito para os altermundialistas, que conseguiram mobilizar 50.000 pessoas, provenientes não apenas da Europa, mas do mundo inteiro.  Foi um formidável espaço de encontro e diálogo.
 
Fiquei entusiasmado com todos os contactos que tive oportunidade de fazer em três dias.
 
Quanto caminho percorrido desde o primeiro fórum mundial de Porto Alegre, em Janeiro de 2001! Um grande movimento, que não parou de se desenvolver, de aumentar a sua influência e de lançar as sementes de uma alternativa ao capitalismo. Neste fervilhar portador do futuro, encontra-se uma aspiração comum, partilhada por todos: a de que é possível construir um mundo diferente.
 
Num dos fóruns, deparei com a seguinte frase de Che Guevara, que diz muito sobre os participantes:
"Sobretudo, sede sempre capazes de sentir,
no mais fundo de vós mesmos,
toda a injustiça cometida contra seja quem for,
em qualquer parte do mundo.
É a mais bela qualidade de um revolucionário…
"
 
Associações, sindicatos, movimentos, redes, ONG's, grupos, todos se reuniram para trocar experiências, échanger les expériences
confrontar estratégias, articular as lutas e as resistências sociais contra as desigualdades e as opressões.  
 
Para estes actores sociais, os direitos fundamentais dos seres humanos devem sobrepor-se aos interesses financeiros e comerciais, pois o capitalismo neoliberal faz mais vítimas do que as guerras.
 
Foram lançados dois apelos à mobilização:
Dia 20 de Março, data do aniversário do início da guerra dos Estados Unidos e dos seus aliados contra o Iraque, será um dia de acção por uma paz justa e duradoura.  contre la guerre
 
construction européenne O dia 9 de Maio verá a realização de acções a favor de uma outra Europa, capaz de se opor a esta lógica do mercado e da concorrência que está a servir de motor da construção europeia. 
 
Já se prepara o Fórum Social Mundial de Janeiro de 2004, que se realizará em Bombaim (Índia), bem como o de Londres (FSE), no Outono de 2004.